terça-feira, novembro 20

O pior em ser gordo

Ando me atualizando nos blogs e vi um post da Larissa sobre O pior em ser gordo.
Li, reli, voltei outro dia  no blog, para analisar novamente. 
O que eu acho pior em ser gordo são as indiretas veladas.
Você sabe que é gordo, vc tem balança em casa.



Aí que vc é a gordinha da turma. As vezes ta acostumada e as vezes está revoltada por isso. Mas não fica se lamuriando para todo mundo por conta disso. Alias, tem blog exatamente para isso, para essa sua  luta.

E sempre ouvindo recadinhos velados, da sua gordura, de como fulana emagreceu e agora esta linda, de ciclana que emagreceu e tem até um namorado (!!!!) - parte engraçada que a pessoa que me fala isso tá sempre solteira mas enfim....
Um dia vc cansa, e responde: " ah é, pra ser bonito tem que ser magro"
E sai mais rápido do que vc pensa de sua boca. E vc se arrepende, não deveria ter se exposto. 

Sabe pq? Pq gordura é exposição. As pessoas olham o seu defeito de cara: vc não consegue parar de comer.
Não tem vontade própria.

Sabe como acabou essa linda história? Acabou com alguém me falando que acordei de mal humor, para respeitar a casa dos outros (rá), que era uma negra racista (Oi?) e que se quisesse emagrecer, deveria parar de comer pão (ps. estava comendo café da manhã).
Tai, todas as vezes que vc não conseguiu emagrecer, todas as vezes que você desistiu, toda sua derrota que ninguém sabe o que acontece contigo. Exposto.


Então, o que define um gordo é solidão. Só um outro gordo sabe como é ser assim.


Coloquei o texto da Larissa abaixo, mas vale a pena passar lá e ler os comentários deste post:


Resumão dos comentários (Alguns bem chocantes): 

- Ter vergonha de si mesmo, não só da aparência, mas do conjunto de 'coisas' que te faz gorda.
- É ter a mente e o espírito leve e o corpo representar outra realidade. O corpo não reflete o que você realmente é.
- Ser vista como a gorda preguiçosa que só come. 
- Olhar no espelho e lembrar do Abaporu. (da Tarsila) 
- Não se sentir valorizado por causa da imagem.
- Olhar no espelho e não se reconhecer. 
- Não se sentir valorizado graças à sua imagem.
- Baixa autoestima.
- Sentir-se feia, horrorosa.
- Não ter valor.
- Os conselhos.
- Vestir o que cabe e não o que gosta.
- O entre coxas assado quando se usa saia.
- Sofrer preconceito profissional, emotivo ... .
- Ter vergonha do marido, namorado ...
- Não ir à praia por vergonha.
- Não conseguir comprar roupas dignas.
- Ficar com medo da cadeira de plástico branca quebrar.
- Não encontrar um amor.  
- Não conseguir se olhar no espelho.
 Ter vergonha de si mesmo, não só da aparência, mas do conjunto de 'coisas' que te faz gorda
- Num puta calor ficar com roupa de frio para esconder a banha. 
Estar fora dos padrões, o que torna tudo mais complicado. Tudo.
A pior coisa é não ter roupa pra usar.
- Não ousar ser fotografada. 
- Não ir ao salão para ser depilada por vergonha da depiladora. 
- Não ser paquerada.
- Ser invisível na balada.
- O provador de roupas.
- Os amigos tocarem no assunto dieta, bariátrica ...
- Ser ponto de referência.
- Abominar ônibus escolares com receio dos xingamentos.  
- Transar com a luz apagada. 
- O cansaço, a fadiga.
- Ter receio de que o filho tenha vergonha da sua obesidade.
- Ainda existir. (Chocante) 
- Comprar roupas em loja de gordo.
- Ser gordo.
- Sair com as amiga e só elas serem paqueradas.
- Dificuldade para pegar as coisas no chão.
- Falta de ar para subir uma escada ou andar na rua.
Sentir-se um lixo após ter se empanturrado de comida.
- É terrível ver refletida a imagem de um monstro (Chocante)
- Penso que não tem uma coisa pior, tem várias: A vontade de sumir, às vezes, a tristeza de se olhar no espelho e não gostar do que vê, tentar comprar uma calça bacana e nunca achar porque nada serve direito, saber o tempo inteiro que precisa tomar uma atitude, mas não ter força suficiente para agir. Sei lá, poderia fazer uma lista enorme, mas acho que sentir que todos acham que você é fraca por não conseguir um corpo magro é cruel.

6 comentários:

Julia disse...

Exatamente isso que penso também, sobre exposição. Pq as pessoas podem ter "defeitos" muito piores e estão escondidos. Daí se você fala isso, falam que estão falando pq gostam de você e se preocupam com a sua saúde. Engraçado que aquele magro de ruim, que come todas as besteiras do mundo mas não engorda, ninguém se preocupa com a saúde dele né? Que aliás, na maioria das vezes, está muito pior do que de vários gordinhos por aí.

Não é? Ai, haja saco pra aturar essa gente!

ivana. disse...

Excelente post, amiga ! Beijo.

Ana Karla disse...

Eu também gostei muito do post! O texto resume tudo que sinto, e acredito que todas que estão nessa luta também sentem!
Beijos flor

Anônimo disse...

As pessoas ficam soltando conselhos e acham ruim qdo nós não queremos ouvir. Palpitamos na vida dos outros? Mas como acham que quem está gordo, perde o direito da privacidade.
Fica bem e não dê bola para essas pessoas, mostre que consegue.
beijos, Michele

Rachel disse...

Que delícia de blog, de fotos e de reflexão!!! Parabéns!!! Um bjo e sucesso em sua RA

Lu disse...

Luuuuu sds de tu, trabalho até dezembro depois vou voltar com tudo se Deus quiser, estou no auge da gordura! Já começando a sentir os efeitos, dores nos pés, cansaço, desânimo enfim, tudo que gordo sente e só a gente sabe o que é...sim senti o gostinho de emagrecer e me sentir saudável e legal, mas conheço muito bem o outro lado da moeda e sofro com ele me assombrando o resto da vida....medo e sem coragem para o start e tomar vergonha na cara.
Adorei as fotos da viagem, que bom q aproveitou....bora para os outros itens da lista..rsrsrss
Bjssssssss
Lu