quinta-feira, fevereiro 28

Para se pensar....

Recebi esse vídeo da minha irmã com a seguinte descrição: Obrigada por chorar comigo.

E chorei. E pesquisei... E fiquei pensando....

“Nos anos 70, Marina Abramovic viveu intensa história de amor com Ulay. Durante 5 anos viveram num furgão realizando performances. Quando sentiram que a relação já não valia, decidiram percorrer a Grande Muralha da China, dar um último grande abraço e nunca mais se ver. 23 anos depois o MoMa de NY dedicou retrospectiva a sua obra. Nela Marina compartilhava 1 minuto de silêncio com cada estranho que sentasse a sua frente. Ullay chegou sem ela saber, e foi assim.” Maeve Jinkings




Quando fui pesquisar na net, encontrei uma entrevista que ela faz um breve relato sobre seu término de relacionamento: " A separação foi devastadora, pois consigo enfrentar qualquer revés, exceto o abandono". 

 Dez anos casados, cinco anos vivendo em uma van. Após 23 anos, um reencontro. 
Não sei dizer se ainda  há amor, mas essa troca de olhares, mostra a mais pura devoção de um sentimento....

separação foi devastadora para ela, pois conseguia enfrentar qualquer revés, exceto o abandono. - See more at: http://bravonline.abril.com.br/materia/ficamos-cama-dez-dias-seguidos#image=abramovic-05-p
separação foi devastadora para ela, pois conseguia enfrentar qualquer revés, exceto o abandono. - See more at: http://bravonline.abril.com.br/materia/ficamos-cama-dez-dias-seguidos#image=abramovic-05-p
separação foi devastadora para ela, pois conseguia enfrentar qualquer revés, exceto o abandono. - See more at: http://bravonline.abril.com.br/materia/ficamos-cama-dez-dias-seguidos#image=abramovic-05-p
separação foi devastadora para ela, pois conseguia enfrentar qualquer revés, exceto o abandono. - See more at: http://bravonline.abril.com.br/materia/ficamos-cama-dez-dias-seguidos#image=abramovic-05-p

2 comentários: