sábado, julho 13

Alergia - a saga

UPDATE:
Esse é um post super visitado e resolvi atualiza-lo para quem sabe, ajudar alguém.
Eu sofri de alergia na palpebra esquerda por anos. Nos últimos tempos ,não tinha um dia com o rosto desinchado. Fiz exames de mais de 250 componentes e nada foi constatado.
Ai que existe um exame novo no mercado que verifica alergia de alimentos através de um exame de sangue.
Enfim, descobri a causa!!!
Sou alérgica a tartrazina ,que é o corante amarelo.
Esse corante vai em temperos, gelatinas e remédios.
Inclusive, ele vai na composição do colírio que pingava duas vezes por dia por conta da alergia. Ou seja, eu a alimentava..
Mesmo meses depois de ter descoberto, de vez em quando a palpebra amanhece inchada e demora cerca de uma semana para voltar ao normal...






Fiz testes para mais de 250 componentes...
Fiz testes de lúpus, hepatite e um outra doença que nem me lembro o nome agora.
Me desesperei.

Ontem, depois de dois meses da última consulta (implorada a recepcionista), ele me dá mais um exame e me diz que posso ter uma alergia cronica.
Sabe o que é uma alergia cronica? É aquilo que ele não achou a causa.
Simples assim.

Aí ele me passa mais medicações e me pergunta do medicamento X.
Eu explico que continuo tomando, mas que não gostaria  mais pq me dá muito mal estar.
Já viu um médico surtado? Pq esse surtou.  Disse que não deveria ter tomado todo esse tempo.

Resolvo relembra-lo que, ele me mandou tomar ininterruptamente essa medicação.  Que inclusive, havia pedido outro remédio pois este me deixa desconfortável.
Ele teimou que não era para tomar todo esse período e que deveria ter retornado mais cedo ao consultório. E, me olhando de cima a baixo explica:
- É por esse medicamento que vc engordou tudo isso nos últimos dois meses.

Oi??? Sério mesmo que estes 5 kgs que apareceram na balança e me deixaram desesperada são por conta desse remédio que NÃO SARA minha alergia???

Ah, e achei a receita em casa que ele afirma não ter me dado...


Pode matar esse médico Já???

Um comentário:

ivana. disse...

NOssa, amiga ...