quinta-feira, agosto 29

Não mais...



Quando me dei conta, estava gostando do seu jeito. Do seu sorriso timido. Da sua pessoa.  Do modo que você se preocupava comigo. Do modo me encontrava nos corredores e puxava conversa. E apesar da distância, das conversas no skype e whatsapp, você me cativou de um jeito que me fez sentir sua falta, me fez vontade em te procurar e te conhecer mais. E melhor. 

Mas aí, meu lado racional me despertou. Te falei o que pensava e percebi que sua preocupação também era a mesma. Isso me magoou. Como te falei outro dia, já passei por situação semelhante e sofri horrores com isto. Não quero cometer o mesmo erro. Por mais química, por mais necessidade que tenhamos um pelo outro, sei que no final quem vai acabar sofrendo, sou eu.

Já cansei de me impor situações perigosas na vida. Hoje quero a tranquilidade dela.Tenho 31 anos. Quero ser feliz! E não dá para ser feliz cometendo os mesmos erros do passado. E não dá pra conseguir isso do jeito que você me pede. Quero um alguém que queira ter um futuro comigo  e faça de tudo pra me ter bem. Uma vida saudavel, sem desculpas. 

Assim, prefiro não me envolver. Administrarei  esse sentimento que tenho por ti  de outra forma. Diria que valorizo a sua amizade, mas sei que no fundo, não somos amigos.



Não espero que você me entenda.

Um comentário:

Helena de Troia disse...


Oi menina,

Passeando pela net achei seu blog. Li algumas postagem, gostei e já estou seguindo. Quando puder passa lá no meu cantinho para um visita. Vou adorar. Afinal temos o mesmo objetivo.

Bjocas

http://emagrecerfeliz1.blogspot.com