domingo, janeiro 19

Horrorshow


O primeiro filme do ano: Laranja mecânica.
Ok, mentira!! Foi o segundo.. O primeiro filme do ano foi  O mordomo, que é ótimo, ganhador de vários prêmios e eu estava ansiosa para ver no cinema, mas não chegou nem a sair em cartaz. Pelo menos não vi publicidade dele. 


Mas voltando, o segundo filme que assisti foi Laranja mecânica -Clockwork Orange.
Vi os comentários do netflix, todos falando bem e resolvi assistir. Depois de 20 minutos eu pensei WTF??? e parti para buscar criticas no google. Aí vi uma critica falando: uma sátira ao bla bla bla.

Hum, ok. 
Ufa.
é uma sátira. respira.

1o. de ano, eu sozinha em casa, depois de ler que era uma sátira, fui conferir se todas as portas estavam trancadas. Não que 20 minutos de filme tenham me dado medo. Imagina. É uma sátira.
Portas trancadas, check   peguei um gelo pra colocar no olho que tava doendo horrores, e assisti mais duas? quatro?  uma hora de filme quando não conseguia parar de pensar quem era o ator. Pausa busca no google, ficar horrorizada em saber que esse filme foi lançado em 71 e conferir novamente se todas as portas estavam trancadas.
Já contei que tava sozinha? Não era medo do filme.

Nem vou fazer comentário sobre a minha visão do filme, tem  milhões de sites com críticas. Uma ótima que li foi essa daqui.  
O que vou dizer é que  fiquei incomodada com o ator nessa cena.


Não foi a cena do assassinato, nem de estupro, nem  visão da família, da sociedade ou da mídia forjando um novo "herói"?
Foi o Alex fazendo um som ao abrir a boca para o político alimenta-lo. Cada vez q ele fazia um muchocho e abria a boca, foi me dando ânsia.
Incomodo.

Quando o filme terminou, eu dei nota máxima. Sério o filme é de 71 e conseguiu me chocar. No começo achava o ator ruim, forçado. Gritado. Filme sem fotografia. Uso de peruca em excesso.
Ao final vc vê que tudo faz sentido.  Foi tão intenso que tive de ler o livro para entender melhor a mensagem.  Não, não é apenas um horrorshow, não se iluda.. É o quadro da nossa realidade de hoje.

Agora o que mais quero é uma festa a fantasia para ir vestida de Alex  Sério, já tenho o figurino na minha cabeça.
Ah, e nunca mais ouvirei "singing in the rain" sem sentir náuseas...



Obs. Os dois filmes eu assisti pelo netflix. Recomendo.

2 comentários:

Beatrix disse...

Já tentei assistir esse filme duas vezes. Sempre paro na parte do começo, do casal em casa. Meu marido tem o bluray.... Muito forte pra mim...

Bruxa do 203 disse...

Confesso que nunca assisti até o final, mas não conta para ninguém!!!!